Império Alemão
 COROA IMPERIAL
Nymphenburg

Munique, 16 de outubro de 2019.

Nós, Wilhelm, Imperador Alemão e Protetor da Áustria, da Hungria, da Borgonha e da Suíça, Príncipe da Itália e de Orange, Landgrave da Alta Alsácia, Burgrave da Estugarda, Duque de Schleswig e de Holstein, Conde de Hohenzollern, Senhor de Landshut e Bayreuth, etc., etc., etc., como é de nossa Imperial Vontade e Prazer e conforme Nossas Imperiais prerrogativas legais e constitucionais constantes do Artigo 7º da Constituição Imperial, declaramos e ordenamos a todos que este virem que Nos apraz que o cumpram e façam cumprir, nestes termos, o presente

Decreto Imperial

pelo que estipulamos que, quando surgir a necessidade, ocasião ou oportunidade de se preservar, promover ou elevar elementos culturais ou históricos alemães, bem como importante legado humano, que qualquer forma ou conteúdo possuam e que hajam tido origens em território alemão não assinalado à jurisdição de estado imperial, a Coroa poderá designar tais localidades palatinados, cuja administração, proteção e guarda serão delegadas a um conde imperial dito palatino – pfalzgraf -, cuja coroa heráldica terá revestimento em blau, com finalidade certa estipulada em decreto de concessão imperial nobiliárquica e para todos os demais efeitos regulado pelo Decreto Imperial nº 13 de 13 de outubro de 2005.

REGISTRE-SE. PUBLIQUE-SE. CUMPRA-SE.

Sua Majestade Imperial,
Guilherme III Luís
Imperador Alemão, Príncipe da Itália
Protetor da Áustria, da Hungria, da Borgonha e da Suíça
Landgrave da Alta Alsácia, Burgrave da Estugarda, etc.

Relacionados

”Nenhum