Casa Imperial da Alemanha

Guilherme III Luís, Imperador Alemão, Protetor da Áustria-Hungria, da Suíça e da Borgonha, Príncipe da Itália e de Orange, Landgrave da Alta Alsácia, Burgrave da Estugarda, Duque de Schleswig e de Holstein, de Bérgamo e de Arber, Marquês de Rhodes, Conde de Hohenzollern e de Bunë, Barão Hafenfrölich e de Begej, Senhor de Landshut e de Bayreuth,

Grão-Mestre da Ordem da Cruz de Ferro, Grão Colar da Ordem Imperial da Cruz de Santa Maria, Grande Cruz das Ordens do Tridente e de Nosso Senhor dos Navegantes, Grande Oficial da Ordem da Águia Branca, Comendador das Ordens da Pérola Negra, de Palermo e da Flor-de-Lis, Cavaleiro da Régia Ordem Nacional de Schkoppe e da Real Ordem de Santo Estêvão, Oficial da Ordem de São Lourenço, Recipiente da Ordem da Águia Negra, Membro da Ordem da Fidelidade e Mérito da Eslávia e Portador da Cruz de Strauss.

Saibam todos que, neste sétimo dia do mês de fevereiro do ano de dois mil e dezenove, através do presente Diploma Nobiliárquico Imperial, assentado devidamente nos termos de nossa legislação nobiliárquica, erigimos, apontamos e criamos o nosso 

Esbran Johann, da Suíça
Cavaleiro da Ordem da Cruz de Ferro

na dignidade de nobre

Cavaleiro de Kyburg
Ritter von Kyburg

desejando que, por este ato, constitua seu Lehen com os castelos, terras, terrenos e solares existentes na cidade de Kyburg, no cantão de Zurique na Suíça, bem como das rendas e taxas oriundas de tais benfeitorias, para que deles usufrua de forma perpétua,

e em harmonização à Lei do Nome e da Família, que sua casa seja conhecida como Casa de Kyburg – Haus Kyburg -, inaugurada nos termos de nossas leis imperiais e estatutos nobiliárquicos, estando doravante autorizado a adotar linear e colateralmente, constituindo diante de toda a aristocracia alemã seu núcleo familial que gozará de todas as prerrogativas e direitos atribuídos às distintas Casas de nosso império, 

e que também desfrute e use de todos os justos privilégios, precedências e vantagens, garantidas ao grau de Cavaleiro, na Alemanha, na Áustria-Hungria, na Suíça, na Borgonha, em Luxemburgo, no Liechtenstein, em Malta, na Romênia e nas demais dependências de nosso Império,

ordenando por fim ao Reichsheroldsamt, recolhidos os devidos emolumentos, que produza e dê publicidade às armas devidas a nosso cavaleiro, com ornamentos dignos de sua estação.